Projeto de iluminação
3 de julho de 2017

Vai reformar seu apartamento?

1) – Para poder reformar um apartamento, qual o primeiro passo? É preciso pedir autorização ao síndico? Como é o procedimento?

Entrou em vigor no dia 18 de abril a NBR 16280:2014 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que trata de reformas de edificações.

Esta norma estabelece que toda reforma seja submetida a analise da construtora e do arquiteto já que a mesma pode comprometer a segurança da edificação ou de seu entorno. O sindico com laudos técnicos pode autorizar a reforma, se o mesmo for capacitado para realizar esta função, caso contrário, especialista irão autorizar a iniciação da mencionada reforma. Se ele (sindico) entender que esta reforma oferece risco a edificação, com certeza a mudança não sairá do papel.

Primeiramente, o profissional que foi contratado para reformar o apartamento terá que estar inteiramente ligado a estas normas. Ele deverá imediatamente averiguar as normas do edifício e ver se é possível atender as exigências do seu cliente. Logo em seguida orienta-lo as possibilidades de alteração no projeto original. E assim então, o trabalho será concluído sem surpresas que podem tirar o sono.

2) -Desde as reformas mais simples, como pinturas, até as trocas de pisos, por exemplo, como planejar a reforma dessa obra para evitar muitos transtornos, tanto aos próprios moradores quanto aos vizinhos? Quais são as suas recomendações?

Bom, primeiramente, o arquiteto contratado deve passar um cronograma de tudo que será feito e o tempo que levara para ser concluído. Obra tem lá seus contratempos, podendo atrasar em alguma coisa, seja por falta de materiais, construtores, o mal tempo dentre outros. O aviso prévio de uma reforma em apartamento é obrigatório, não há possibilidades de começar uma reforma dessas sem antes passar pelos síndicos. Depois disso, os cuidados básicos como manter a trajeto percorrido com materiais sempre limpo, pisos forrados com plásticos, papelões, elevadores protegidos. Dentro do apartamento mencionado, trabalhar de maneira cuidadosa, evitando barulhos desnecessários, que possa atrapalhar os condôminos, principalmente os de baixo, em fim, uma boa equipe fará todo o serviço sem maiores transtornos.